Informe Chapada

Informe Chapada


Ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, pode deixar a prisão no próximo dia 24

06.06.2016

Justiça

O Ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró pode deixar a prisão no próximo dia 24.

No acordo de delação premiada firmado junto ao Ministério Público Federal, Cerveró se compromete a devolver mais de 17 milhões de reais aos cofres públicos e 10.266 ações da estatal em razão dos crimes assumidos durante as investigações da Operação Lava Jato.

O documento também prevê que o ex-diretor da estatal só possa ser condenado a, no máximo, 25 anos de prisão, somando todos os processos.

Depois de deixar a cadeia, Cerveró terá que cumprir prisão domiciliar, utilizando tornozeleira eletrônica, pelo prazo de um ano e seis meses.

A confirmação partiu do ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, que autorizou a divulgação do documento firmado com a Procuradoria Geral da República..

Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.