Informe Chapada

Informe Chapada


55% dos eleitores afirmam que não votariam em Lula, diz Ibope

28.10.2015

Realizada entre os dias 17 e 21 de outubro, uma pesquisa inédita do Ibope mostra o provável potencial de voto de alguns dos principais personagens políticos que podem disputar a sucessão da presidente Dilma Rousseff em 2018. Além de Lula, foram testados os nomes de Aécio Neves (PSDB), Geraldo Alckmin (PSDB), José Serra (PSDB), Marina Silva (Rede) e de Ciro Gomes (PDT).

Segundo o levantamento, os que dizem que não votariam de jeito nenhum em Lula pularam de 33% em maio de 2014 para 55% agora. É a maior rejeição entre todos os nomes testados. Também cresceu a taxa dos que não votariam de jeito nenhum em Aécio - de 42% para 47% em um ano -, em Marina - de 31% para surpreendentes 50% em um ano -, e em Serra - de 47% para 54% em dois anos. Não há comparativo, mas a rejeição a Alckmin e a Ciro é igualmente alta: 52% para ambos. A taxa de eleitores que dizem que votariam com certeza em Lula ainda é maior do que a de todos os seus rivais: 23% - era 33% em maio de 2014. Em segundo lugar aparece Aécio com 15%, seguido de perto por Marina, com 11%. Serra tem 8%, Alckmin tem 7% e Ciro, 4%. Aécio (42%), Lula (41%) e Marina (39%) empatam tecnicamente em potencial de voto. Serra e Alckmin têm potencial equivalente: 32% e 30%, respectivamente. Ciro tem 20%.

Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.