Informe Chapada

Informe Chapada


Fruticultura, a nova riqueza de Rio de Contas

04.08.2015

O município baiano de Rio de Contas, localizado na Chapada Diamantina, está próximo de se tornar um grande produtor de manga, maracujá e laranja ponkan.

Hoje, Rio de Contas mostra o seu potencial para a agricultura.

Em vários localidades é possivel perceber o crescimento da fruticultura.

As frutas são classificadas pelo mercado consumidor como as melhores para o consumo, dispondo de nascentes em abundância, bom clima e terra fértil; a ausência de pragas é outro ponto positivo observado pelos agricultores e investidores.

Um dos fatores positivos para o aumento da produção foram os incentivos por parte do Governo Federal como o crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). A  criação da agência do Banco do Nordeste na cidade de Brumado também foi ponto decisivo, já que facilitou o acesso ao crédito.

A cidade, que teve como principal fonte de riqueza a exploração do ouro, experimentou a decadência após retirada das riquezas naturais. O mesmo aconteceu com a construção da Barragem Engenheiro Luís Vieira com o perímetro irrigado que beneficiou por anos a cidade vizinha de Livramento de Nossa Senhora. Neste período, moradores que viviam da agricultura familiar, foram obrigados a sair das suas terras férteis para morar em terras improdutivas e quase nada receberam em troca.

Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.