Informe Chapada

Informe Chapada


Em Rio de Contas famílias mantêm a tradição de montar presépios natalinos

24.12.2014

Cultura

O presépio é uma montagem com peças que fazem referência ao nascimento do menino Jesus, apresentando o local  e os personagens bíblicos que estavam presentes neste importante momento cristão.

De acordo com fontes históricas, o primeiro presépio foi montado por São Francisco de Assis no Natal de 1223. O frade católico montou o presépio em argila na floresta de Greccio (região italiana do Lácio). Sua ideia era montar o presépio para explicar as pessoas mais simples o significado e como foi o nascimento de Jesus Cristo. No século XVIII, a tradição de montar o presépio, dentro das casas das famílias se popularizou pela Europa e, logo em seguida, por outras regiões do mundo.

Em Rio de Contas algumas famílias mantêm a tradição de montar os presépios natalinos e utilizam os mais diversos materiais para confeccionar as peças que resultam em verdadeiras obras de arte. O Informe Chapada visitou as residências das Senhoras Clotilde Souto (Dona Coló como gosta de ser chamada), Lourdes Souto, Lair Pinto e Hilda Teixeira que anualmente recebem visitantes e partilham com eles orações e histórias diversas sobre os presépios.

Peças centenárias vindas de Portugal e herdadas de outras gerações, materiais colhidos na flora local como troncos e cascas de árvores nativas, areia e espinhos se misturam em um cenário deslumbrante que encanta e emociona: na manjedoura está o menino Jesus, ao redor, surgem os anjos, os três Reis Magos, a Virgem Maria e São José.  

Não há como definir qual o presépio mais bonito ou bem mais elaborado, a única certeza que o visitante tem é a de que vale a pena admirar cada detalhe de uma tradição mantida com muito amor, fé e alegria por pessoas que abrem a porta de suas casas e, principalmente o coração, para receber aqueles que apreciam a arte inserida na religiosidade.

Comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.