Informe Chapada

Informe Chapada


Resultado da busca pela categoria "saude"

Rombo no governo pode superar R$ 120 bilhões

17.05.2016

Rombo nas contas do governo pode superar 120 bilhões de reais.

A estimativa do governo interino de Michel Temer de deficit primário, que considera receitas menos despesas e gastos com juros, é quase 30 bilhões maior do que o montante admitido pela equipe da presidente afastada, Dilma Rousseff.

Diante da situação, nos próximos dias, o ministro do Planejamento, Romero Jucá, deve acertar com o presidente do Senado, Renan Calheiros, a votação do projeto que revê esse número.

Caso a votação não ocorra até o próximo domingo, dia 22, a expectativa é que o governo opte por um novo bloqueio no Orçamento.

Outros temas a serem trabalhado pela equipe de Michel Temer são as reformas trabalhistas e da Previdência, além da definição da equipe liderada pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

Para o Banco Central, o mais cotado é o ex-diretor do órgão Ilan Goldfajn, economista-chefe do Itaú.

600 mil pessoas receberam dinheiro do Fundo PIS/Pasep de novembro a março

11.05.2016

Dados do Ministério da Fazenda indicam que mais de 4 milhões de trabalhadores tenham dinheiro a receber do Fundo PIS/Pasep.

Pouco conhecido, o benefício atende trabalhadores de empresas privadas ou servidores públicos contratados antes de outubro de 1988.

Prova disso, é que apenas 600 mil trabalhadores sacaram os valores entre novembro de 2015 e março deste ano.

O recurso está disponível em casos específicos, como aposentadoria e doença, por exemplo.

Fora isso, é possível receber juros e correção uma vez por ano.

Quem estiver no perfil, pode procurar uma agência da Caixa Econômica Federal, caso tenha trabalhado numa empresa privada, ou o Banco do Brasil, no caso de servidores públicos.

Bolsa Família terá reajuste a partir de junho

06.05.2016

De acordo com o governo, o custo estava previsto no Orçamento para este ano

Começa a valer em junho o reajuste do Bolsa Família. O aumento será de nove por cento, em média.

Para a linha de extrema pobreza, os repasses passam de 77 reais para 82. Os outros benefícios saltam de 35 para 38 reais, e de 42 para 45 reais.

De acordo com o governo, o custo estava previsto no Orçamento para este ano. Com a correção, o benefício médio poderá alcançar 176 reais por mês a partir de junho, valor 9% maior do que o valor pago em abril.

Hoje, 13 milhões e 800 mil famílias participam do programa de transferência.

Você saberia como identificar os sintomas da dengue?

02.05.2016

Saúde

Além disso, dor de cabeça, dores no corpo, fraqueza, dor atrás dos olhos e coceira na pele também podem indicar sinal da doença

Perda de peso, enjoos e vômitos são alguns dos sintomas da dengue.

A doença, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, também pode causar febre alta, entre 39 e 40 graus, com duração de dois a sete dias.

Além disso, dor de cabeça, dores no corpo, fraqueza, dor atrás dos olhos e coceira na pele também podem indicar sinal da doença.

A doença é considerada grave quando apresenta dor abdominal intensa, vômito persistente e sangramento.

Se você apresentar algum desses sintomas, deve procurar um médico ou um posto de saúde para ser examinado e diagnosticado corretamente.

É importante lembrar que você não deve tomar medicamentos por conta própria, porque isso pode agravar os sintomas da denge

Termina hoje o prazo para entregar a declaração do Imposto de Renda 2016

29.04.2016

O prazo para entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) 2016, ano-base 2015, termina hoje, sexta-feira, dia 29/04. O Fisco espera receber 28 milhões e 500 mil declarações, mas até o dia 25/4, uma semana para a data-limite, apenas 16,8 milhões haviam sido entregues.

Para quem ainda não fez a declaração, o Conselho Federal de Contabilidade (CFC) recomenda atenção. É importante manter a tranquilidade para preencher os formulários, pois muitas inconsistências vêm de erros de digitação.

Além disso, é importante reunir todos os documentos necessários para a declaração, como informes de rendimentos, comprovantes de serviços médicos, odontológicos e plano de saúde, notas fiscais ou recibos que comprovem despesas com educação do contribuinte e dependentes legais, contribuição previdenciária para empregados domésticos, comprovantes de pagamento de aluguel, entre outros.

É preciso conferir se os CPFs dos prestadores de serviços estão informados corretamente, bem como, os valores pagos. A Receita fica muito atenta a todas as deduções, e hoje os mecanismos de cruzamento de dados estão cada vez mais eficientes.

Para quem não conseguir reunir todas as informações no prazo, o melhor é entregar, ainda que com algumas inconsistências, e fazer retificação.

Se a declaração for enviada à 0h de 30 de abril, já é considerado atraso, e o contribuinte terá de pagar multa de 1% do imposto devido ao mês. O valor mínimo é de R$ 165,74, e o máximo é de 20% do imposto devido.

Se deixar para a última hora, há risco de a página da Receita congestionar e não conseguir entregar o documento.

Depressão e ansiedade custam U$$ 1 trilhão por ano

15.04.2016

Saúde

Um trilhão de dólares. Esse é o custo da depressão e da ansiedade para a economia mundial anualmente. É o que revela um estudo da Organização Mundial da Saúde e do Banco Mundial.

O levantamento calcula além do prejuízo financeiro os benefícios econômicos com o tratamento da saúde mental. Segundo o relatório, a depressão e a ansiedade geram por ano um custo equivalente a três trilhões e meio de reais.

Por outro lado, a análise destaca que para cada um dólar investido nos pacientes com esses transtornos, o retorno é de quatro dólares. Isso porque, com o tratamento adequado, as pessoas que sofrem de ansiedade e depressão poderiam trabalhar normalmente. O estudo alerta que entre 1990 e 2013 a população que apresenta esses transtornos subiu perto de 50%

Abusos em planos de internet será monitorada pelo governo

14.04.2016

O Ministério das Comunicações (MC) encaminhou nesta quinta-feira (14) um ofício à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) solicitando que o órgão regulador adote medidas para que as operadoras de telefonia respeitem os direitos dos consumidores de banda larga fixa e cumpram os contratos vigentes. No documento, o ministro das Comunicações, André Figueiredo, diz que acompanha com preocupação as notícias de que essas empresas iriam acabar com os planos ilimitados e passar a definir quantitativos máximos nos pacotes das conexões fixas, como já ocorre na telefonia móvel.

De acordo com o Portal Brasil, o ministro diz, que o MC segue realizando diversas ações para ampliar o acesso da população brasileira à internet de alta velocidade, com destaque para o Brasil Inteligente, que substituirá o Programa Nacional de Banda Larga (PNBL). Para André Figueiredo, a rede mundial de computadores é uma ferramenta essencial para contribuir com a inclusão social e o desenvolvimento econômico do País.

Setor agrícola pede retirada de imposto na importação de milho no país

13.04.2016

A agricultura quer retirada do imposto de 10% na importação de milho no Brasil. A proposta de isenção do imposto, ainda terá que ser analisada pela Câmara de Comércio Exterior.

Se aprovada, deverá ter validade de seis a oito meses, prazo suficiente para equilibrar o mercado, segundo a ministra da Agricultura, Kátia Abreu. Segundo o Governo Federal, a necessidade de importação do produto, é justificada pelo crescimento das exportações do grão por produtores brasileiros, motivado pelo alto valor do dólar.

Os produtos vindos do MERCOSUL já são isentos de impostos. Com isso, a medida estimularia a compra do grão produzido em outros mercados parceiros, como os Estados Unidos, por exemplo. De acordo com dados oficiais do setor, em 2015, o Brasil importou 272 mil toneladas do grão norte-americano, equivalente a 207 mil dólares.

Custo de vida do brasileiro deve crescer 7,14%, neste ano

12.04.2016

O custo de vida do brasileiro deve fechar 2016 nada menos que 7.14 por cento maior.

Foi o que disseram os economistas ouvidos pelo Banco Central na última edição do boletim Focus, que reúne a opinião das principais instituições financeiras do País.

O número é pouca coisa menor que o divulgado na semana anterior. Mas, ainda assim, estoura bastante a meta de inflação definida pelo governo, que defende um índice de quatro e meio, mas considera aceitável até seis e meio por cento ao ano.

Somados o aumento do custo de vida em 2015 e a previsão para 2016, a alta será de cerca de 18 por cento. E quem precisava de 400 reais pra fazer a compra do mês, por exemplo, terá que gastar 72 reais a mais para levar os mesmos itens.

Sobre a economia do País, a projeção piorou pela décima segunda semana seguida.

E com o desemprego e os brasileiros consumindo menos, o PIB deste ano vai encolher 3.77 por cento.

Senado libera R$ 490,5 milhões extras para a Rio-2016

11.04.2016

Senado aprovou a liberação de mais 490 milhões de reais para a organização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos da Rio-2016.

Com 300 milhões de reais, o Ministério da Justiça é quem vai receber a maior parcela dos recursos, que serão usados na aquisição de equipamentos, soluções de informática e contratação de serviços para aumentar a atuação da Força Nacional de Segurança Pública.

Os Ministérios da Defesa, Cultura e Turismo também foram contemplados.

A Medida Provisória aprovada ainda prevê 382 milhões de reais para atendimento às vítimas de desastres e 600 milhões para o Novo Banco de Desenvolvimento.

O orçamento total da Olimpíada está acima dos 7 bilhões de reais.contaminadas pelo vírus.

Para OMS, programas de combate ao aedes aegyoti entraram em colapso

11.04.2016

A diretora-geral da Organização Mundial da Saúde, Margaret Chan, disse que a crise do zika vírus está ligada à pobreza e falta de investimentos dos governos. Segundo ela, a situação sobre o vírus mostra um novo pacote de vulnerabilidades ligado ao desenvolvimento inadequado da saúde.

Para a diretora-geral da OMS, junto a um acesso ruim aos serviços de saúde sexual e reprodutivo, a falta de água encanada e saneamento em favelas urbanas, ainda há o colapso global dos programas de controle do mosquito.

Dados da Organização revelam que casos de zika já foram identificados em 62 países desde 2007. Em seis países, a OMS identificou suspeita de microcefalia em bebês com mães que foram contaminadas pelo vírus.

Por hora, 282 pessoas ficam desempregadas no país

09.04.2016

O Brasil dos desempregados já tem quase a mesma população de Portugal: beira os 10 milhões de habitantes. Por hora, 282 brasileiros passam a fazer parte desse contingente, segundo cálculos do economista Alexandre Cabral.

A estimativa é de que, até o fim do ano, serão 12 milhões de histórias como essas no país. Vai ser cada vez mais difícil não conhecer alguém que esteja desempregado. E, para quem já está sem emprego, a dificuldade será encontrar portas onde bater.

"Isso é muito grave, porque com exceção da agricultura, não há mais nenhum setor livre do fantasma do desemprego", diz o economista José Roberto Mendonça de Barros, sócio da MB Associados.

A nova onda de retração no mercado de trabalho ficou evidente a partir do segundo semestre do ano passado, quando os setores de comércio e serviços - grandes empregadores de mão de obra - começaram a demitir com mais força. A piora se somou aos desligamentos na construção civil e na indústria, em crise há mais tempo. 

Quase 30% dos jovens brasileiros consomem doce em excesso, diz pesquisa

08.04.2016

Saúde

Estudo divulgado pelo Ministério da Saúde indica que um em cada cinco brasileiros consome doce em excesso - cinco vezes ou mais na semana. O índice é ainda maior entre os jovens: 28,5% da população entre 18 e 24 anos têm alimentação com muito açúcar. Nessa mesma faixa etária, 30% também costumam beber refrigerantes diariamente. O diabetes, segundo o levantamento, atinge atualmente 7,4% da população adulta do país, contra 5,5% registrado em 2006.
Os dados fazem parte da pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel 2015) e foram divulgados em razão do Dia Mundial da Saúde. O estudo monitora fatores de risco para doenças crônicas, atualmente responsáveis por 72% das mortes no país. Foram entrevistados por telefone 54 mil adultos que vivem nas capitais brasileiras.
De acordo com a pesquisa, o diabetes é mais frequente entre as mulheres (7,8%) que entre os homens (6,9%) e se torna mais comum com o avanço da idade. 
A mortalidade prematura (pessoas com menos de 70 anos) por diabetes, segundo o levantamento, também caiu entre 2000 e 2013. Ainda assim, o número de pessoas que morrem por causa da doença no Brasil permanece alto e fechou o ano de 2013 em 58.017 óbitos.

 

Remédios vão ficar até 12,5% mais caros.

04.04.2016

O governo federal já publicou o reajuste no Diário Oficial da União. O aumento está numa resolução da Câmara de regulação do Mercado de Medicamentos.

O reajuste vale para nove mil remédios com preços controlados pelo governo. E é baseado no Índice de Preços ao Consumidor Amplo, do IBGE. O indicador registrou alta de 10,36% entre março de 2015 e fevereiro de 2016. Será a primeira vez em mais de dez anos que o aumento fica acima da inflação.

Segundo a resolução, farmácias e drogarias devem manter à disposição dos consumidores e dos órgãos de defesa do consumidor as listas dos preços de medicamentos atualizadas.

Você consegue reconhecer um mentiroso? Veja 10 dicas!

04.04.2016

Você pode ser uma pessoa muito atenta e perspicaz, mas as suas chances de pegar um mentiroso no flagra são relativamente baixas.

Segundo o especialista em comportamento Paulo Sergio de Camargo, um leigo em linguagem corporal costuma acertar apenas 50% das vezes em que tenta identificar um mentiroso pela sua postura. Porém nem os especialistas mais tarimbados acertam sempre: suas chances de sucesso giram em torno de 65% ou um pouco mais.

A principal dificuldade está no fato de que os sinais da mentira muitas vezes se confundem com vestígios de timidez, ansiedade e nervosismo. 

Na vida real, os erros de cálculo também costumam ser frequentes - ainda mais se você está envolvido emocionalmente na situação.

Ainda assim, há certos sinais clássicos que costumam trair os mentirosos. 

Veja a seguir alguns desses sinais:

1. Tapar a boca

Um gesto típico de quem não está falando a verdade é tocar a própria boca. Afagar o queixo, limpar os lábios com os dedos, colocar um lápis ou outro objeto diante da boca são sinais bastante comuns.

De acordo com Camargo, a preocupação com a boca reflete a vontade de impedir que os demais escutem a mentira que será proferida, ou até o desejo inconsciente de reprimir suas próprias palavras, por elas serem falsas.

2. Evitar contato visual

Não olhar diretamente nos olhos do outro não significa necessariamente falta de sinceridade: pode se tratar simplesmente de insegurança ou timidez. Ainda assim, é comum que o mentiroso baixe os olhos para evitar que a falsidade das suas afirmações seja percebida.

No entanto, esse detalhe pode ser traiçoeiro. “Muitos mentirosos, sabendo disso, fazem exatamente o contrário quando mentem: olham diretamente nos olhos da vítima na tentativa de fazer suas afirmações mais críveis”, diz Camargo.

3. Comprimir os lábios

Um mentiroso em ação costuma se fechar em si mesmo, evitando que as palavras saiam de sua boca. Um sinal bastante claro dessa resistência à comunicação é dobrar os lábios para dentro, apertando-os com força.

Trata-se de uma reação comum a perguntas com potencial de expor a verdade. De acordo com Camargo, o “sumiço” dos lábios pode indicar que a pessoa foi atingida pela pergunta e não deseja respondê-la.

4. Olhar para cima e para a direita

Quando direciona os olhos para o canto superior direito, o indivíduo normalmente quer criar uma imagem, explica Camargo. Esse é um dos sinais mais consistentes da mentira - a pessoa faz um esforço criativo, isto é, prepara algo fictício para dizer.

Muitos indivíduos giram a cabeça na mesma direção. Em muitos casos, o desvio do olhar também serve para não encarar diretamente o interlocutor.

5. Mostrar microrrugas na testa

O nervosismo trazido pela situação também pode provocar o aparecimento de pequenas rugas horizontais na testa do mentiroso. O problema é que elas desaparecem muito rápido e nem sempre são fáceis de observar, diz Camargo.

Mas cuidado: as linhas na testa muitas vezes refletem um tipo de tensão que nada tem a ver com mentiras. Em geral, as rugas que denotam mero nervosismo são bem pronunciadas e permanecem no rosto do outro por mais tempo.

6. Restringir os movimentos de mãos e braços

É comum que as pessoas que faltem com a verdade diminuam muito sua gesticulação. “As mãos ficam grudadas às pernas, nos bolsos, colocadas para trás”, diz o especialista. “Os movimentos são escassos e controlados".

O motivo para essa paralisia é inconsciente: sem saber, a pessoa acredita que, quanto mais imóvel estiver, mais facilmente passará despercebida do olhar atento do seu interlocutor. Ela também tenta reduzir sua linguagem corporal para não deixar que seus gestos acabem por contradizer sua fala.

7. Movimentos rígidos e repetitivos

Na tentativa de se fechar em seu próprio corpo, o indivíduo pouco sincero tenderá a se movimentar de forma dura, repetitiva e mecânica.

Quanto mais intensos esses gestos, mais fica claro que o mentiroso está desconfortável e trava uma luta interna para manter o controle da situação.

8. Encolher a cabeça

Segundo Camargo, o mentiroso tende a retrair o próprio corpo: pescoço encolhido, queixo baixo, pernas juntas e braços cruzados indicam uma tentativa inconsciente de controlar as suas próprias emoções.

O comportamento remonta aos tempos das cavernas. Diante de um predador, o homem pré-histórico tinha três opções: fugir, lutar ou ficar paralisado. A terceira opção é a que menos chama a atenção. Não à toa, o mentiroso que quer “sobreviver” ao seu interlocutor tenta se encolher de todas as formas possíveis.

9. Tocar muitas vezes o próprio corpo

O autoabraço e as carícias aos próprios braços podem denotar insegurança, ansiedade, necessidade de proteção e retorno inconsciente a uma postura infantil, explica Camargo.

São diversos os toques ao próprio corpo que traem os mentirosos. Passar as mãos nas pernas para tirar uma sujeira imaginária, por exemplo, pode denotar preocupação e ansiedade. Coçar o nariz é outro gesto característico, diz o especialista.

10. Encolher apenas um dos ombros

Este é um dos sinais mais clássicos da mentira, de acordo com o psicólogo norte-americano Paul Ekman, considerado um dos maiores especialistas do mundo em expressões faciais e corporais.

A postura do indivíduo que falta com a verdade é assimétrica: um dos seus ombros se levanta ou se projeta levemente para a frente. Com o gesto, ele tenta transmitir descaso e pouca preocupação pelo que está dizendo. Muitas vezes, esse tom de desdém dissimulado também aparece na voz do mentiroso