Informe Chapada

Informe Chapada


Resultado da busca pela categoria "meioambiente"

Chuva volta a cair no município de Livramento nesta terça-feira, 07

07.04.2015

Após passar um grande período de estiagem, o município de Livramento de Nossa Senhora, no sudoeste baiano, e região, teve no período da tarde, noite desta segunda-feira, 06, e madrugada desta terça-feira, 07, as esperanças renovadas. Na cidade, a chuva começou a cair no início da noite e se intensificou na madrugada desta terça-feira.

De acordo com informações do instituto de meteorologia Clima Tempo, o dia será chuvoso com previsão de 19 milímetros de chuva. Ainda segundo o Clima Tempo, a quarta-feira, 08, também será de muitas precipitações.

Um alivio para o sertanejo que vinha sofrendo com a longa estiagem que assolava a região.

Construção de adutora levará água da Barragem do Zabumbão em Paramirim a seis municípios

03.04.2015

Meio Ambiente

O Governador da Bahia, Rui Costa (PT), anunciou que as obras para construção da adutora na Barragem do Zabumbão,no municipio de Paramirim, será iniciada em breve. O projeto do governo da Bahia levará água da Barragem do Zabumbão, localizada em Paramirim, para os municípios de Rio do Pires, Ibipitanga, Macaúbas, Boquira e Ibitiara.

A obra, orçada em R$ 160 milhões, terá recursos provenientes do PAC Semiárido.

Além disso, Rui Costa anunciou a construção de uma barragem em Rio do Pires. Também será realizada a eletrificação rural num pequeno perímetro em torno do Rio Paramirim, para servir a agricultores que usam água para irrigação de pequenas propriedades. Em pronunciamento feito no ultimo dia 31 de março na Câmara de Vereadores de Paramirim, o prefeito Júlio Bernardo disse que a situação é “indefensável”,ou seja, o governador Rui Costa confia no projeto e a questão está decidida.

A barragem do Zabumbão possui capacidade de armazenamento de 76.000.000,00 de m³ de água proveniente do Rio Paramirim, possui profundidade máxima de 50 metros e extensão de 340 metros.

Unicef: 750 milhões de pessoas vivem sem água potável

23.03.2015

Em média, mil crianças morrem diariamente em decorrência de doenças ligadas à água contaminada.

No Dia Mundial da Água, celebrado ontem , um estudo do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) apontou que cerca de 750 milhões de pessoas não têm acesso à água potável no mundo. Em média, mil crianças morrem diariamente em decorrência de doenças ligadas à água contaminada.

No entanto, desde 1990, mais de 2,3 bilhões de pessoas obtiveram o acesso a fontes melhores de água potável. Com isso, o Objetivo do Milênio de eliminar o percentual de pessoas sem água foi atingido cinco anos antes de 2015. Atualmente, apenas em três países (República Democrática do Congo, Moçambique e Papua Nova Guiné) mais da metade da população não tem acesso ao recurso de maneira potável.

Das 748 milhões de pessoas no mundo que ainda não possuem água, 90% vivem em áreas rurais e estão distante dos progressos registrados em seus países no transporte de água e saneamento. "As etapas para o acesso à água potável, desde 1990, representaram progressos importantes, apesar das dificuldades", disse Sanjay Wijesekera, responsável da Unicef pelos programas de água e serviços sanitários. "Ainda há muito a se fazer. A água é a verdadeira essência da vida", comentou.

Outono chega com temperaturas mais amenas

21.03.2015

Meio Ambiente

Foto:Informe Chapada

Às 19h45min desta sexta-feira (20), os brasileiros se despediram do verão com os termômetros mais amenos. Porém, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a nova estação chega sem expectativa de chuva em grande parte do país.

Os próximos três meses serão caracterizados por poucas precipitações, registros de temperaturas acima do normal em alguns estados.

Segundo o Inpe, os maiores registros de precipitação do outono, superiores a 700 mm, vão ocorrer no extremo norte das regiões Norte e Nordeste e no leste do Nordeste, desde o Recôncavo Baiano até o Rio Grande do Norte.

No Centro-Sul Baiano assim como na Chapada Diamantina com a chegada do outono, há possibilidades de chuvas em algumas cidades.

Em Rio de Contas nesse final de semana os institutos de meteorologia, marcam poucas possibilidades de chuva, com temperaturas amenas durante o dia, com um sol tímido aparecendo entre muitas nuvens.

E essa previsão vai se estender para próxima semana, com termômetros marcando temperaturas que variam de 17° a 28° graus.

O outono se despede no dia 21 de junho, quando começa o inverno.

Seis cidades entram em 'situação de emergência' devido à estiagem e seca

11.03.2015

Os municípios de Iuiu e Livramento de Nossa Senhora, no sudoeste; Cariranha, Sítio do Mato e Malhada, no oeste; além de Cansanção, na região sisaleira, passam agora à condição de "situação de emergência".

A maioria das cidades terá o decreto válido por seis meses, fora Malhada e Carinhana, que terão três meses e quatro meses, respectivamente, de vigor do decreto que foi publicado no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira (10).

De acordo com o governo do Estado, as medidas decorrem da estiagem na maioria das cidades, e seca no caso de Livramento de Nossa Senhora. É considerado seca quando não chove. A estiagem se dá quando ocorre pouca precipitação. Com as seis cidades listadas, agora 25 municípios baianos estão na condição de emergência. Para efetivar a medida, o governo leva em consideração dados da Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec). Com o decreto de "situação de emergência", é esperado que as cidades recebam mais verbas e auxílio do governo.(Bahia Noticias)

PF e Ibama prendem maior desmatador da Amazônia

26.02.2015

Meio Ambiente

O Ibama e a Polícia Federal Ambiental do Pará prenderam no último sábado (21) o grileiro Ezequiel Antônio Castanha, considerado o maior desmatador da Amazônia, segundo informou a organização ambiental.

Ele foi preso em Novo Progresso, no Pará. A prisão chegou a contar com apoio da Força de Segurança Nacional.

Castanha é acusado de dirigir uma quadrilha que se apoderava ilegalmente de terras de titularidade pública na Amazônia para depois desmatá-las e vendê-las como pasto a um preço elevado.

A quadrilha operava na região ao redor da BR-163, no Pará, e segundo cálculos do Ministério Público estadual, era responsável por 20% do desmatamento ocorrido na Amazônia brasileira nos últimos dois anos. Somente a família do grileiro seria responsável por quase R$ 47 milhões em multas junto ao Ibama, sem incluir os autos de infração em nome dos demais integrantes da quadrilha.

A prisão de Castanha é parte de uma operação contra desmatadores realizada em agosto do ano passado, na qual o líder da quadrilha não tinha sido detido.

Ezequiel Castanha será julgado pela Justiça Federal e poderá receber pena de mais de 46 anos de prisão pelos crimes de desmatamento ilegal, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e uso de documentos falsos, entre outros.

Crime ambiental: descarte irregular de entulhos estão sendo realizados às margens da BA-148

06.02.2015

Meio Ambiente

Uma montanha de entulho. Este é o panorama da BA-148 entre as cidades de Rio de Contas e Livramento de Nossa Senhora. O cenário lamentável de despejo irregular de restos de materiais de construção contrasta com a beleza das paisagens naturais da Chapada Diamantina.

 O Informe Chapada registrou nesta quinta-feira (05) a situação que se caracteriza como crime ambiental, conforme previsto  no artigo 54 da Lei 9.605/98 (Lei dos Crimes Ambientais) que diz: “Causar poluição de qualquer natureza em níveis tais que resultem ou possam resultar em danos à saúde humana, ou que provoquem a mortandade de animais ou a destruição significativa da flora são passiveis a pena de reclusão de um a quatro anos e multa.

A situação é tão desrespeitosa que uma placa com os dizeres: “A natureza pode suprir as necessidades do homem, menos a sua ganância” foi ignorada pelos responsáveis pela ação que despejaram bem ao lado uma montanha de resíduos.

Contas de luz terão novamente bandeira tarifária vermelha em fevereiro

30.01.2015

Em fevereiro, os consumidores brasileiros vão pagar novamente um adicional de R$ 3 a cada 100 quilowatts/hora (kWh) de energia consumidos. Pelo segundo mês, estará em vigor a bandeira tarifária vermelha para todas as regiões, exceto para os estados do Amazonas, Amapá e de Roraima.

O sistema de bandeiras tarifárias, que permite a cobrança de um valor extra na conta de luz, de acordo com  o custo de geração de energia, entrou em vigor no início de janeiro. No primeiro mês do ano, a bandeira também foi vermelha, por causa do uso intenso da energia de termelétricas, que é mais cara do que a gerada por usinas hidrelétricas.

As bandeiras funcionam como um semáforo de trânsito, com as cores verde, amarela e vermelha para indicar as condições de geração de energia no país. Se for um mês com poucas chuvas, os reservatórios das hidrelétricas estarão mais baixos, por isso, será necessário usar mais energia gerada por termelétricas.

Quando a conta de luz vier com a bandeira verde, significa que os custos para gerar energia naquele mês foram baixos, portanto, a tarifa de energia não terá acréscimo. Se vier com a bandeira amarela, é sinal de atenção, pois os custos de geração estão aumentando. Nesse caso, a tarifa de energia terá acréscimo de R$ 1,50 para cada 100 quilowatts/hora (kWh) consumidos.

Já a bandeira vermelha mostra que o custo da geração naquele mês está mais alto, com o maior acionamento de termelétricas, e haverá um adicional de R$ 3 a cada 100 kWh.

Segundo a Aneel, com o sistema de bandeiras tarifárias, o consumidor poderá identificar qual a bandeira do mês e reagir a essa sinalização com o uso inteligente da energia elétrica, sem desperdício. (Agencia Brasil)

Aumento de 40% no preço do asfalto pode paralisar obras em todo o país

16.01.2015

Foto:Reprodução

Empresas de pequeno e médio portes envolvidas com a construção e recuperação de rodovias passam por uma de suas mais graves crises devido aos reajustes no preço do asfalto impostos pela Petrobras.

Definidos desde dezembro, os dois aumentos totalizam 40% na venda direta do produto. De acordo com as empresas, não é possível cumprir contratos já em vigor e pedem ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) uma "readequação" nos contratos.

O aumento é relacionado, principalmente, ao valor atual do petróleo, o menor dos últimos seis anos. Ainda por conta do reajuste, cerca de 90% dos trabalhadores de canteiros de obras poderão ser demitidos em todo o Brasil. Apesar de discussões entre o DNIT e o Tribunal de Contas da União (TCU), ainda não há como evitar que as obras sejam paralisadas.

Ano de 2015 vai começar com aumento nas contas de luz

27.12.2014

Por causa do uso intenso de energia de termelétricas, a bandeira tarifária que será aplicada em janeiro será vermelha para os quatro subsistemas do Sistema Interligado Nacional. Isso significa um acréscimo de R$ 3 para cada 100 quilowatts-hora consumidos, exceto para os estados do Amazonas, do Amapá e de Roraima. As bandeiras de janeiro foram divulgadas ontem (26) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O sistema de bandeiras tarifárias começa a valer em 1º de janeiro e representará uma cobrança extra na conta de luz pelo uso de energia de termelétricas pelas distribuidoras. No primeiro mês, a cobrança será feita proporcionalmente ao dia do fechamento da fatura de cada cliente. Para as contas de luz com fechamento previsto para 10 de janeiro, será cobrada a bandeira tarifária apenas sobre os dez dias de janeiro. Os demais 20 dias referentes a dezembro virão com o valor normal.

As bandeiras funcionarão como semáforos de trânsito, com as cores verde, amarelo e vermelho para indicar as condições de geração de energia no país. Por exemplo, se for um mês com poucas chuvas, os reservatórios das hidrelétricas estarão mais baixos. Por isso, será necessário usar mais energia gerada por termelétricas, que têm preços mais altos.

Conta de luz com bandeira verde significa que os custos para gerar energia naquele mês foram baixos. Portanto, a tarifa de energia não terá acréscimo. Com a bandeira amarela, é sinal de atenção, pois os custos de geração estão aumentando. Nesse caso, a tarifa de energia terá acréscimo de R$ 1,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

A bandeira vermelha indica que o custo de geração naquele mês está mais alto, com maior acionamento de termelétricas, havendo necessidade de adicional de R$ 3 a cada 100 kWh.

Segundo a Aneel, por meio do sistema o consumidor poderá identificar a bandeira do mês e reagir à sinalização com o uso inteligente da energia elétrica, sem desperdício.

Rio de Contas: Chuvas diminuem com a chegada do verão

21.12.2014

Meio Ambiente

Apesar das fortes chuvas que caíram nos últimos dias em Rio de Contas, essa semana a previsão é de sol com aumento de nuvens ao longo do dia. À noite pode ocorrer pancadas de chuvas isoladas, com temperaturas que variam com mínimas de 14° e máximas de 29°.

Com a chegada do verão, a previsão é que as chuvas que alegraram o sertanejo diminuam, fazendo com o que o tempo se mantenha firme com sol entre poucas nuvens aumento da temperatura durante o dia e baixa temperatura durante a noite.

Dnocs deverá adotar medidas compensatórias a comunidades Quilombolas de Rio de Contas por construção de barragem

28.11.2014

Meio Ambiente

A Justiça Federal condenou o DNOCS (Departamento Nacional de Obras Contra Secas) a adotar medidas compensatórias por conta de prejuízos causados às comunidades quilombolas de Barra, Bananal e Riacho de Pedras, localizadas no município de Rio de Contas. A sentença é resultado de uma ação do Ministério Público Federal em Guanambi e beneficia grupos que tiveram seus territórios alagados pela construção de uma barragem no Rio Brumado, na década de 70.

A sentença relata que o Açude Luiz Vieira (barragem do Rio Brumado) foi construído no fim da década de 70 pelo DNOCS como parte de um processo para tentar amenizar os efeitos da seca na localidade onde atualmente é o município de Rio de Contas. Com a obra, foram alagadas cerca de 50% das terras cultiváveis das comunidades, o que incluiu toda a área habitada pelos quilombolas da localidade de Riacho das Pedras. Como esses impactos não foram devidamente compensados, instalou-se um quadro de intensa pobreza e degradação das comunidades, levando a um processo de contínuo abandono dos modos tradicionais e à perda da conexão entre os quilombolas e suas terras.

Entre as medidas compensatórias determinadas judicialmente estão a construção de caixas d'água, perfuração de poços, adequação de canais de irrigação e barragens, promoção de cursos de capacitação sobre técnicas agrícolas (período de dez anos) e disponibilização de mudas frutíferas que se adaptem ao solo e clima da região.

A decisão diz ainda que, além das perdas patrimoniais impostas aos quilombolas, a conduta do DNOCS foi motivadora de perda de próprio fragmento da história e da identidade nacional, na medida em que conhecimentos imemoriais foram perdidos e modos seculares de criar, fazer e viver foram literalmente alagados sem a menor preocupação com um adequado e justo remanejamento para localidades compatíveis, ou, ainda, adaptação e suporte necessário para a preservação da cultura negra, símbolo de resistência e luta contra a escravidão, opressão e perseguição.

Após tomar conhecimento da sentença, o DNOCS apresentou recurso de apelação para o Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

 

 

 

 

Livramento: Lagoa da comunidade de Jurema transborda devido a chuvas na região

21.11.2014

Meio Ambiente

Foto: Informe Chapada

A chuva que caiu nos últimos dias em Livramento de Nossa Senhora promoveu um belo espetáculo da natureza na comunidade de Jurema onde a principal lagoa transbordou, algo que segundos moradores locais, não ocorria há quatro anos.
Ao transbordar devido ao grande volume de água na cabeceira dos rios que cortam as localidades de Cana Brava, Vereda e Rocinha, a lagoa da Jurema também levou água para a lagoa que fica na comunidade de Várzea de Dentro, local castigado pela estiagem e que, até então, estava servindo de pasto para animais.
Segundo o morador Wilson de Souza Pereira nos quatro anos em que a lagoa da Jurema ficou com volume de água abaixo do esperado, a lagoa de Várzea de Dentro praticamente desapareceu.

Além da falta da chuvas, construções de represa ao longo dos rios para fins de irrigação também comprometeram o abastecimento. Para Wilson, a esperança é de que as chuvas permaneçam para que as lagoas continuem cheias e beneficiem todos aqueles que necessitam da água que é essencial para o desenvolvimento econômico da região.

Chuvas devem permanecer em Rio de Contas até o final de semana

12.11.2014

Meio Ambiente

Foto: Kal Pau-Ferro

O período chuvoso que chegou ao interior da Bahia trouxe alegria para os riocontenses. Segundo o Instituto de meteorologia Climatempo a previsão é de que a chuva permaneça até o final da semana.

Na segunda-feira (10) a cidade já registrava a chegada de temporais que incluem raios e trovões. Até o sábado (15) as temperaturas devem oscilar entre a mínima de 15° e a máxima de 26° graus, alternando períodos de sol com muitas nuvens, céu nublado e chuvas a qualquer hora.

Na quinta-feira (13) deve chover 40mm e os ventos podem chegar a 11km/h.

Rio de Contas : Produtores Rurais serão beneficiados com palmas

11.11.2014

Meio Ambiente

A Prefeitura de Rio de Contas, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e do Sindicato dos Trabalhadores Rurais adquiriu em conjunto com a EBDA (Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola S/A) Estação Experimental de Utinga, através do Programa Segurança Alimentar do Rebanho, 100 mil  raquetes de palma forrageira do clone miúda comum ou palma doce, que irá beneficiar  os produtores rurais do município de Rio de Contas.

Para o Prefeito Márcio Farias, é uma iniciativa muito importante do Governo do Estado através da EBDA.

De acordo com o prefeito, esta ação tem como objetivo atender agricultores familiares, oferecendo condições para garantir a alimentação de bovinos de leite, caprinos e ovinos no período de seca. O Secretário de Agricultura de Rio de Contas Joelito Abreu, disse que o próximo passo é buscar as raquetes de palmas no município de Utinga na Chapada Diamantina onde se encontra a Estação Experimental da EBDA.

Para ser contemplado o agricultor familiar deve possuir a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) e ser criador de caprinos e/ou ovinos e bovinos.

Os interessados devem procurar o secretário Joelito Abreu na Secretaria Municipal de Agricultura de Rio de Contas para se cadastrar.