Informe Chapada

Informe Chapada


Resultado da busca pelo arquivo de "02/2016"

Mega-Sena pode pagar R$ 30 milhões nesta terça-feira

02.02.2016

Loterias

O sorteio do concurso 1.786 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 30 milhões para quem acertar as seis dezenas nesta terça-feira (2). O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) no Espaço CAIXA Loterias, no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo (SP).

O sorteio extra faz parte do especial "Mega-Sena de Carnaval" e altera o calendário dos demais sorteios desta semana: o concurso 1.787 será realizado na quinta-feira (4) e o 1.788 no sábado (6). De acordo com a Caixa Econômica Federal (CEF), se um apostador levar o prêmio sozinho e aplicá-lo integralmente na poupança, receberá cerca de R$ 189 mil por mês em rendimentos. Caso prefira, poderá adquirir 50 imóveis no valor de R$ 600 mil cada, ou montar uma frota de 200 carros de luxo.

 

Gasto federal com cartões corporativos cai R$ 9 milhões em 2015

02.02.2016

O governo federal economizou R$ 9 milhões com cartões corporativos em 2015.

De acordo com a coluna de Lauro Jardim, em O Globo, os gastos em 2014 foram em torno de R$ 64,8 milhões, enquanto que no ano passado chegou a R$ 56,2 milhões. No gabinete presidencial, os gastos caíram de R$ 9,7 milhões em 2014 para R$ 5,9 milhões em 2015.

PRF faz operação especial para o Carnaval

02.02.2016

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) da Bahia fará uma Operação Carnaval 2016 da sexta, 5, à quarta feira, 10. É esperado um aumento de cerca de 40% no fluxo de veículos nos dias de maior movimento, saída (sexta e sábado) e retorno (terça e quarta), especialmente nos locais turísticos ou com programação artística. Durante os seis dias haverá reforço no policiamento com equipes táticas, motopoliciamento e Núcleo de Operações Especiais, principalmente nos trechos onde há previsão de intensa movimentação; nas BRs 324, 116 e 101; no extremo Sul, na BR 101, entre Eunápolis e Porto Seguro; BR 135, 242 e 020 entre Santa Maria da Vitória e Barreiras.

O foco da polícia será no combate das condutas responsáveis por elevados índices de letalidade nos acidentes, como embriaguez ao volante, excesso de velocidade, ultrapassagens proibidas e o não uso do capacete pelos motociclistas, que representam ¼ das mortes em acidentes de trânsito no país, segundo o Ministério da Saúde. A fiscalização de embriaguez poderá acontecer a qualquer momento e durante qualquer abordagem em que haja suspeita por parte do PRF fiscalizador.