Informe Chapada

Informe Chapada


Resultado da busca pelo arquivo de "01/2016"

Preso há cerca de 2 meses, Delcídio mantém auxílio moradia de R$ 5,5 mil

18.01.2016

Política

Preso desde o dia 25 de novembro de 2015 por suspeita de envolvimento na Operação Lava Jato, o senador Delcídio Amaral (PT-MS) manteve nesses quase dois meses o gabinete em funcionamento e continua sendo contemplado com auxílio moradia de R$ 5.500. Como não teve o mandato cassado, Delcídio segue senador, com todos os seus direitos, salário e benefícios. Ele mantém todo o aparato de seu gabinete, no 25º andar do Senado Federal. Funcionários cumprem o horário, mas basicamente só respondem e-mails, correspondências e atendem telefonemas. Quando um senador em exercício falta a uma sessão deliberativa - aquela em que são votados projetos -, seu salário é descontado em aproximadamente R$ 1.200. Como a prisão de um senador é inédita, a Secretaria-Geral da Mesa do Senado interpreta que ele está "licenciado" do cargo, como se estivesse afastado por uma questão de saúde. O entendimento, portanto, é de que Delcídio não comparece às sessões porque está "impedido". 

Pedro Bial vai faturar mais de R$ 5 milhões para apresentar o BBB

17.01.2016

Entretenimento

O global Pedro Bial vai ganhar uma bolada de pelo menos R$ 5 milhões para apresentar a nova edição do Big Brother Brasil, que estréia no dia 19 de janeiro, afirma um colunista da Folha de S. Paulo. De acordo com Fernando Oliveira, do F5, Bial já faturou cerca de R$ 2 milhões nos últimos meses só por aparecer em comerciais de TV da marca de automóveis que patrocina o reality.

O valor vai aumentar ainda mais porque o jornalista ganha um bônus da Globo - além dos R$ 3 milhões de praxe que Bial recebe pelo BBB, ele também ganha 40% a mais sempre que está no ar, e uma porcentagem das ações de merchandising especiais comandadas por ele. O programa, que entra na sua 16ª edição, terá como tema neste ano fábrica. A decoração terá paredes de ferro que lembram contêineres, nas cores roxa e cinza. Paredes, móveis, eletrodomésticos e objetos terão relação com o ambiente de uma indústria. A cozinha terá fogão e freezer de restaurantes. A lista com 12 participantes que concorrem ao prêmio de R$ 1,5 milhão foi divulgada na última quarta-feira (13). Mais quatro pessoas, cuja identidade foram mantidas em sigilo, devem entrar na competição após a estréia do reality, na próxima terça-feira.

Mega-Sena, concurso 1781: duas apostam levam R$ 12,6 milhões cada

16.01.2016

Loterias

Duas apostas, uma de Manaus (AM) e outra de Prata (MG), levaram o prêmio do sorteio do concurso 1.781 da Mega-Sena, realizado neste sábado (16), na cidade de Serra (ES). Cada um vai receber R$ 12.626.122,54.

Veja as dezenas sorteadas: 01 - 08 - 22 - 49 - 52 - 53.

A quina teve 54 apostas ganhadoras, que irão levar R$ 44.720,27 cada uma. Outros 3.941 acertaram a quadra e vão ganhar R$ 875,37 cada.

A estimativa de prêmio para o próximo concurso é de R$ 5,2 milhões.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Vereador quer proibir uso de cinto de segurança porque item suja a roupa

16.01.2016

O vereador por Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, João Madureira (PSC), anunciou em sessão extraordinária na quinta-feira (14), na Câmara Municipal, que pretende apresentar projeto de lei que torna opcional o uso de cinto de segurança para motoristas e passageiros no perímetro urbano. Para o parlamentar, o equipamento suja a roupa e a falta do uso do dispositivo gera muitas multas à população, "que já paga muitos impostos".

Conforme o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o uso do cinto de segurança é obrigatório para os motoristas e passageiros em todo o território nacional.

Na sessão na Câmara, o vereador defendeu a proibição do uso do cinto. Mas, em entrevista ao G1, Madureira defendeu a utilização como opcional e disse que trata-se de um "clamor do povo" e que pretende convocar audiências públicas para discutir o assunto. "O legislador propõe o projeto conforme a necessidade da população.

O vereador criticou a obrigatoriedade da utilização do cinto de segurança. "Para mim, isso é ditadura", disse. Classificou como abusiva a quantidade de multas aplicadas por agentes de trânsito às pessoas que desobedecem a lei.

"O cidadão já tem que pagar a prestação do carro, pagar o IPVA e ainda tem que pagar multa? Não é justo, é um abuso", argumentou.

Madureira frisou que sabe que a legislação de trânsito é federal, mas que vai defender o projeto. "Não sou analfabeto, sou acadêmico de direito. Não iria propor algo sem saber que se trata de uma lei maior", declarou.

 

 

Receita: Bolo de milho e coco

16.01.2016

Culinária

Ingredientes

1 e 1/2 xícaras (chá) de milho verde fresco, congelado ou em conserva já escorrido (225 g)

1 e 1/2 xícaras (chá) de açúcar

1 xícara (chá) de leite de coco

1/2 xícara (chá) de leite

3/4 de xícara (chá) de óleo vegetal

1 colher (sopa) de fermento químico

1 pitada de sal

4 ovos

1 xícara (chá) de coco ralado (fresco de preferência ou seco hidratado)

Manteiga para untar e açúcar para polvilhar

2 xícaras (chá) de farinha de milho bem esfarelada

Como fazer

Aqueça o forno a 160ºC (médio-baixo).  Unte com manteiga e polvilhe com açúcar uma forma média para pudim (com furo no meio). No liquidificador, bata o milho, a farinha de milho, o açúcar, o leite de coco, o leite, o óleo, o fermento, o sal e os ovos até obter uma massa lisa.

Junte o coco ralado, misture e transfira para a forma.

Asse o bolo por aproximadamente 45 minutos, até que esteja crescido, dourado e firme (enfiando um palito no centro, ele deverá sair limpo). Retire do forno, deixe esfriar e desenforme sobre um prato raso.

Artrogripose: nova malformação fetal foi relacionada ao zika vírus

16.01.2016

Saúde

A microcefalia não é a única preocupação que as mães devem ter com relação ao zika vírus. Um estudo brasileiro publicado na revista científica internacional Ultrasound in Obstetrics and Gynecology analisou casos em que os bebês, além da microcefalia ligada ao zika, também apresentavam outras malformações, como a artrogripose, uma doença rara em que há deficiências nas articulações, impedindo os movimentos das crianças.

No estudo, foram analisadas duas crianças nascidas na Paraíba. Uma delas apresentava atrofia cerebral e calcificação na matéria branca no lobo frontal. Já na outra criança, tinha os hemisférios do cérebro assimétricos e catarata nos dois olhos.

Depois disso, outros seis casos de microcefalia relacionada ao zika foram encontrados na Paraíba. Três tinham calcificações cerebrais e duas mostraram comprometimento do cerebelo, enquanto uma delas desenvolveu artrogripose severa.

Atualmente, no entanto, existem quatro crianças com artrogripose e suspeita de zika, dois são bebês que morreram pouco depois de nascer e os outros dois são fetos. Ou seja, talvez a infecção congênita do zika leve a mais problemas na formação do bebê do que a microcefalia.

Como a infecção pelo zika nem sempre causa sintomas, quando os bebês nascem com essas malformações é preciso antes de tudo excluir outras doenças que levam a este tipo de problema no feto, como toxoplasmose, citomegalovírus, herpes simples, sífilis e rubéola.

Tempestade Solar mudará vida na terra em 4 anos

15.01.2016

Ciência e Tecnologia

A Nasa prevê uma poderosa tempestade solar, que até 2020 vai mudar a vida na terra. Segundo especialistas, explosões solares enviam partículas solares pelo espaço e quando atingem a terra, elas afetam o nosso campo magnético. Isso poderá atrapalhar a comunição via satélite, voos e até danificar nossos sistemas tecnológicos. Seria esse o verdadeiro “bug” do milênio?

Filha de Fátima Bernardes corta o cabelo e impressiona por semelhança com a mãe

15.01.2016

Laura Bonner, filha de Fátima Bernardes e William Bonner, chamou atenção nas redes sociais ao postar em seu perfil no Instagram uma foto em que mostra o novo corte de cabelo.

A jovem, de 18 anos de idade, deixou as madeixas longas e adotou o corte na altura dos ombros, semelhante ao de sua mãe.

Com isso, os internautas, é claro, começaram a comparar a morena à apresentadora do “Encontro”, da TV Globo.

"Linda igual à mãe", disse um seguidor. "Está a cara da mãe", escreveu outro. "Está a cara da Fátima mais do que nunca", comentou um terceiro.

Fátima Bernardes e William Bonner são pais dos trigêmeos Laura, Beatriz e Vinícius.

Impostos pagos por brasileiros chegam a R$ 100 bilhões este ano

15.01.2016

O valor pago pelos brasileiros neste ano em impostos alcançou R$ 100 bilhões na noite de ontem. Segundo o “Impostômetro” da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). No ano passado, o mesmo valor foi alcançado um dia antes.

A marca de R$ 100 bilhões equivale ao montante pago em impostos, taxas e contribuições no país desde o primeiro dia do ano. O dinheiro é destinado à União, aos estados e aos municípios.

De acordo com a ACSP, com R$ 100 bilhões é possível pagar 135.013.519 salários mínimos, fornecer cestas básicas para toda a população brasileira por 2 meses, pagar por 7.104 meses a conta de luz de todos os brasileiros, construir mais de 3.039.733 casas populares de 40 m² ou contratar mais de 7.975.311 professores do ensino fundamental por ano.

No dia 30 de dezembro, foi alcançada pela primeira vez em um ano a marca inédita de R$ 2 trilhões que foram pagos pelos brasileiros em impostos.

O Impostômetro completou uma década no ano passado. O objetivo da ferramenta é conscientizar o cidadão sobre a alta carga tributária e incentivá-lo a cobrar os governos por serviços públicos de qualidade.

Risco de faltar energia em 2016 é zero, garante comitê de monitoramento

14.01.2016

Em sua primeira reunião do ano, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) informou hoje (13) que o risco de faltar energia nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste neste ano é zero. Segundo relatório do Comitê, há sobra estrutural de cerca de 9,3 mil megawatts médios para atender a carga prevista.

Na reunião realizada em janeiro do ano passado, a projeção do CMSE para o risco de déficit de energia em 2015 nas regiões Sudeste e Centro-Oeste era de 4,9% e, na região Nordeste, de 1,2%. No ano passado, foram incluídos 6.428 MW de energia nova ao Sistema Interligado Nacional, acima do previsto para a expansão no ano.

De acordo com o comitê, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) deverá continuar acompanhando as condições hidroenergéticas do Sistema Interligado Nacional, de modo a definir a geração térmica necessária para garantia do atendimento energético do sistema.

O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico foi criado em 2004 para acompanhar a continuidade e a segurança do suprimento de energia no país. Participam do grupo representantes de órgãos como o Ministério de Minas e Energia, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o Operador Nacional do Sistema Elétrico, a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Famílias serão orientadas sobre como estimular crianças com microcefalia

13.01.2016

Saúde

O Ministério da Saúde lançou hoje (13) uma orientação para a área médica destinada à estimulação precoce de crianças entre zero a três anos com microcefalia. Segundo o secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Alberto Beltrame, o documento unifica o tratamento dado para reduzir ao máximo as sequelas da malformação. Os pais serão treinados para dar estímulos adequados aos filhos.

O documento foi elaborado em razão do aumento do número de crianças com a malformação, em decorrência da chegada do vírus Zika ao Brasil. Outros protocolos de atenção à criança com retardo no desenvolvimento existem no Brasil, porém, este é específico para bebês com microcefalia.

O ideal é começar o acompanhamento logo depois do nascimento da criança, mas, de acordo com Beltrame, se todas forem atendidas com até um mês de vida o serviço será satisfatório.

Boletim divulgado pelo ministério informa que há mais de 3.500 casos suspeitos de microcefalia relacionada ao vírus Zika, distribuídos em 20 estados e no Distrito Federal. Apesar de haver um protocolo unificando os procedimentos para o diagnóstico da malformação, o ministério não divulga o número de casos confirmados. (Agencia Brasil)

Brasil é último país no ranking sobre retorno dos impostos

13.01.2016

Segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário, o Brasil é último no ranking que mede o retorno oferecido à população em termos de serviços públicos de qualidade em relação ao que o contribuinte paga em impostos. 

A pesquisa analisa os trinta países com maior carga tributária, e o Brasil foi o último pela quinta vez seguida. O ranking analisa a arrecadação de tributos do país em todas as suas esferas (federal, estadual e municipal) em relação ao PIB (Produto Interno Bruto) de 2013 e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) que mede a qualidade de vida e bem­estar da população. 
“Mesmo com os sucessivos recordes de arrecadação tributária, ­ marca que, em 2015, já chegou aos R$ 800 bilhões de tributos­, o Brasil continua oferecendo péssimo retorno aos contribuintes, no que se refere à qualidade do ensino, atendimento de saúde pública, segurança, saneamento básico, entre outros serviços. E o pior, fica atrás de outros países da América do Sul”, ressalta o presidente ­executivo do IBPT, João Eloi .

Câmara pagará mais para manter ‘sala vip’ de parlamentares em aeroporto

13.01.2016

Em meio à crise que assola o país, a Câmara dos Deputados pagará mais à concessionária que administra o aeroporto de Brasília por uma razão nada prioritária: a manutenção de uma sala VIP para os deputados.

De acordo com a coluna Expresso, da Época, a Inframerica aplicará um reajuste de 8,2% no contrato, o equivalente a R$ 16,8 mil. A Câmara paga atualmente cerca de R$ 200 mil pelo serviço, que incluiu a disponibilização de três linhas de telefone para as autoridades.

AGU quer fim de pagamento de auxílio-moradia para juízes que já tem casa própria

12.01.2016

Justiça

Os juízes e promotores que recebem o auxílio-moradia e possuem imóveis nos municípios onde estejam lotados, poderão ter o benefício cortado a partir de um pedido da Advocacia-Geral da União (AGU). O órgão pediu ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) que determinem ao Poder Judiciário e ao Ministério Público da União o fim do pagamento fora dos padrões definidos pela Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2016. Na petição enviada na semana passada, a AGU diz que a LDO estabelece regras mais restritas para o pagamento do auxílio. Segundo o órgão, a LDO estabelece que o benefício não pode ser pago a magistrados ou procuradores, ou seus cônjuges, que sejam donos de imóveis no município onde estejam lotados.

Antes, a única exigência era a falta de imóvel funcional disponível, prevista na Resolução 199/2014. Não havia vedação ao pagamento a proprietários de imóveis. A LDO ainda determina que o beneficiado comprove as despesas com aluguel e receba a verba de acordo com os gastos. Atualmente, o valor do auxílio é de R$ 4,3 mil por mês. O pedido foi feito ao CNJ no mesmo procedimento que proibiu o Tribunal de Justiça de Mato Grosso de pagar o auxílio-moradia a juízes aposentados e pensionistas. (BN)

Ministério Publico apura denúncia de nomeação irregular de professores em Livramento de Nossa Senhora

12.01.2016

Uma denúncia de que a prefeitura de Livramento de Nossa Senhora,  mantém professores em disciplinas em que não são habilitados é apurada pelo Ministério Público do Estado (MP-BA). De acordo com o promotor Milen Castro, que está à frente do caso, há indícios de que a situação ocorre mesmo com a existência de concursados para as mesmas funções. Conforme a promotoria, há cerca de 20 profissionais no aguardo de serem efetivados. "No município, há informações de que professores com formação em história estão dando aulas de matemática", disse ao Bahia Notícias.

Ainda segundo o promotor, o objetivo é resolver a questão ainda no primeiro semestre deste ano. O promotor também informou que o Município firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para contratação de profissionais em outras áreas, como saúde, assistência social, além de outros cargos na educação. O fato foi divulgado na edição desta terça-feira (12) no Diário da Justiça Eletrônico.